domingo, 13 de julho de 2014

motion sickness

A maldita satisfação que extrapola a satisfação, que de tão grande se torna pesada. O estômago se contorce pedindo descanso, ameaçando jogar de volta tudo que ele tenta guardar.

É tanta satisfação que é quase o fim de algo sem fim. Falta de vontade de qualquer coisa, até de ter falta de vontade. Aparece um cansaço maldito e até descansar é cansativo.

O problema é quando tudo deixa de ser um problema e nada mais importa nada mais.

Essa satisfação, na verdade, é uma dor tão disfarçada que as pessoas costumam conseguir carregar por muito tempo, sem perceber. Só que sendo dor, ela priva os outros sentidos e reduz tudo a ela mesma e o que resta é apenas o resto de uma divisão inteira.

O problema é quando só existe um problema, insolucionável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário